Conheça os passos para diagnosticar defeito em motores elétricos.


Dados de placa dos motores elétricos.

A leitura e a interpretação dos dados de placa são muito importantes para o trabalho com motores elétricos. Na placa do motor encontramos as características,e é com base nessas características que é possível o técnico se orientar.

Dados de placa.

Motor 3 fase carcaça -------

Tipo motor de indução, frequência 60HZ,categoria N

Potência 2,2kw ,3 cavalo vapor(cv).

Rpm 1730

Fs :1,15

Grau de priteção: IP55

Tensões de trabalho 220,380,440,760V.

Correntes nominais 8,4 4,86 4,2

Diagrama de ligações

Rolamentos utilizado

Rolamento utilizado- 6205ZZ 6204ZZ

Rendimento e fator de potência-85.5%- cos0,81

As tensões de trabalho para motores de 12 terminais são geralmente 220-380V/440-760V neste caso a maior tensão 760 V é sempre aplicado para partida Y/∆

O Ip/In é um fator de multiplicação para calcular a corrente de partida do motor ou seja 6.7x 8.4 A = 56 A

IP grau de proteção do motor, o primeiro número define em relação a partículas solidas e o segundo as partículas liquidas .

O rendimento é a porcentagem de conversão de energia elétrica ativa em energia mecânica.

Formulas práticas para cálculo nominal de motores.

Calculo de motores monofásicos:

Calculo para motores trifásicos:

In: corrente nominal do motor

cv: potência mecânica em cavalo vapor

736: é o valor e watts de Cv

V: tensão de trabalho do motor

n : rendimento

Cos :fator de potência

Números de polos e a velocidade dos motores.

A partir do número de polos do motor podemos calcular a velocidade do campo girante o velocidade síncrona do motor .

Ns: velocidade síncrona.

120: constante da formula referente ao meio ciclo da senoide.

f: frequência em Hz.

np: números de polos.

EX: para um motor de dois polos com frequência de 60 HZ temos.

Esta velocidade calculada se refere a velocidade síncrona, velocidade real do rotor e diferente da velocidade do campo girante esta diferença e denominada de escorregamento que e dada pela expressão

S%=(Ns-Nr /Ns) x 100%

EX: para um motor de 2 polos se escorregamento for 25% rotação do eixo corresponde a 2700 Rpm.

Quais os critérios mínimos para fazer a avaliação de defeito nos motores elétricos.

Antes e durante o teste de um motor, algumas medidas são obrigatórias.

Obs . _a norma NBR 5383 Traz informações sobre ensaios de motores.

A resistência mínima de isolação de motor pode ser expressa por:

Riso (40°C) =KV +1(MΩ), para 380 V Riso =1,38MΩ.

Esta é uma regra adotada com base em valor ôhmico que garante o funcionamento do motor sem alterações porem quanto maior o valor melhor, os valores recomendados para ser considerados como ideais deve ser 10 a 100 vezes o valor mínimo.

Para medir os níveis de isolação de motores deve ser utilizado um megôhmetro, instrumento específico para esta finalidade.

O motor só poderá ser considerado em boas condições para ligação se a isolação estiver acima do valor mínimo entre bobinas e entre bobinas e a carcaça.

Após a ligação do motor deve ser feito o acompanhamento da corrente em vazio, os valores medidos devem coincidir com o valor indicado na placa do motor.

Na partida teremos a corrente de partida que vai de 4 a 8 vezes o valor da nominal durante um curto período depois estabiliza e cai para corrente de regime normal que fica entre 25% e 75% da corrente de placa, esta pode variar dependendo do tipo de motor, características da carga e tempo de vida útil do motor.

Os motores que já sofreram vários recondicionamentos podem apresentarem valores alterados em relação as suas características de projeto.

Atenção o motor mesmo estando a plena carga a corrente nunca pode o ultrapassar o valor nominal de placa caso ultrapasse isto pode ser a indicação de um problema.


#dadosdeplca

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga